A Comissão Europeia aprovou hoje um financiamento de 3,2 mil milhões de euros para um projecto de um consórcio de sete países da União Europeia de desenvolvimento de baterias de lítio, com maior duração e amigas do ambiente.

Segundo um comunicado, Bruxelas aprovou ajudas de Estado no valor de 3,2 mil milhões de euros para um projecto de interesse comum europeu que envolve Alemanha, Bélgica, Finlândia, França, Itália, Polónia e Suécia, na área da investigação e inovação de prioridades comuns na área das baterias.

A Comissão Europeia espera que este financiamento público aprovado permita captar uma verba de cinco mil milhões de investimento privado, num horizonte temporal que se estende até 2031.

Um total de 17 participantes – principalmente do sector industrial – integram o projecto de desenvolvimento de tecnologias inovadoras e sustentáveis para baterias de iões de lítio que duram mais, carregam-se em menos tempo, são mais seguras e amigas do ambiente do que as usadas actualmente.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade