O antigo diretor de informação da agência Lusa António Amorim morreu, no domingo, aos 78 anos, informou hoje a família.

António Amorim foi diretor de informação da agência portuguesa de notícias, entre 1994 e 1996, e durante a maior parte do seu percurso profissional foi delegado da Lusa no Norte do país, cargo que ocupou até se aposentar.

Reconhecido pela redação como “um homem de rigor no estilo e no conteúdo”, António Amorim dedicou toda a vida profissional ao jornalismo.

Começou antes do 25 de Abril na revista Flama, ingressou na ANOP (Agência Noticiosa Portuguesa) e mais tarde na NP – Notícias de Portugal, onde foi responsável, entre outras áreas, pelo serviço para as comunidades portuguesas no exterior.

Com a extinção da ANOP e da NP, surgiu a Lusa, onde António Amorim passou a ser delegado no Norte de Portugal, foi diretor de informação e voltou às funções no distrito do Porto, zona de onde era natural, concretamente de Santa Marinha do Zêzere, Baião.

 Marcelo lamenta morte de António Amorim

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, lamentou hoje a morte de António Amorim, antigo diretor de informação da agência Lusa.

Numa nota publicada no sítio da Internet da presidência, Marcelo Rebelo de Sousa apresentou à família do jornalista “as mais sentidas condolências”.

HFI // MSP

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade