Um homem acusado de matar a companheira e esconder o corpo numa mala de viagem, em Arruda dos Vinhos, Lisboa, foi hoje condenado a 20 anos e seis meses de prisão pelo Tribunal de Loures.

O tribunal condenou o homem pela prática dos crimes de homicídio qualificado (19 anos), violência doméstica (dois anos e três meses) e profanação de cadáver (um ano e oito meses).

FAC/MCL // VAM

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade