O paleotólogo venezuelano Rodolfo Sánchez posa deitado junto a uma carapaça de uma tartaruga gigante Stupendemys geographicus, encontrada num depósito com 8 milhões de anos, em Urumaco, Venezuela, 12 de fevereiro de 2020. FOTO: EDWIN CADENA/LUSA
Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade