A Comissão Europeia anunciou que vai destinar nove milhões de euros a criação de “centros de investigação nacionais e multinacionais” (‘hubs’) que apoiem os verificadores de notícias (‘fact-checkers’) de âmbito digital.

“Estes centros especializar-se-ão nas crescentes vulnerabilidades dos meios digitais, que têm especial relevância dentro do território e no âmbito linguístico em que operarão”, salientou o executivo comunitário, em comunicado.

Estes ‘hubs’ de verificação de notícias irão analisar as campanhas de desinformação e o seu impacto na sociedade, promover a literacia mediática e monitorizar as políticas das plataformas ‘online’, refere a Comissão Europeia.

A iniciativa, colocada em marcha pelo Observatório Europeu de Meios Digitais, visa “coordenar” a luta contra a desinformação (‘fake news’) entre os Estados-membros, criando uma “comunidade multidisciplinar composta por investigadores, verificadores e profissionais da comunicação”.

Entre os objectivos destes centros multidisciplinares destaca-se a “detecção e análise” das campanhas de desinformação, o estudo do seu impacto social, a promoção da “alfabetização digital” ou o controlo das políticas nacionais neste campo.

A Comissão Europeia refere, no comunicado, a necessidade de “inter-conectar” o trabalho dos centros de verificação que estão a ser lançados a nível comunitário com “o objectivo de partilhar as melhores práticas e conteúdos relevantes”.

A vice-presidente da Comissão Europeia com a pasta dos Valores e Transparência, Vera Jourová, considerou que a criação destes centros “melhorará” a capacidade para “entender a propagação” da desinformação no digital.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade