[arquivo] Uma profissional de saúde presta cuidados utentes do serviço oncológico durante uma sessão de tratamento no Hospital Distrital de Santarém, que manteve a sua actividade, apesar das alterações realizadas na unidade hospitalar para receber doentes covid-19. FOTO. ANTÓNIO COTRIM / LUSA

Entre 80.000 e 180.000 profissionais de saúde morreram de covid-19 entre janeiro de 2020 e maio deste ano, segundo uma estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) hoje divulgada.

“É por isto que é essencial que os profissionais de saúde sejam vacinados prioritariamente. Os dados de 119 países mostram que, em média, dois profissionais de saúde em cada cinco no mundo estão inteiramente vacinados”, declarou o direCtor geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, ao apresentar os dados.

AH // HB

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade