Peregrinos durante a Procissão das Velas, no Santuário de Fátima. 12.05.2019. FOTO: PAULO NOVAIS/LUSA

A peregrinação internacional de maio ao Santuário de Fátima termina hoje, numa celebração presidida pelo cardeal filipino e presidente da Cáritas Internacional, Luis Antonio Tagle.

A celebração de hoje começa com a procissão eucarística, seguindo-se o rosário e a missa, cuja homilia é proferida por Luis Antonio Tagle, cardeal de Manila, capital das Filipinas, o único país do continente asiático onde os católicos são maioritários.

A peregrinação internacional, que decorre 102 anos após os acontecimentos da Cova da Iria e dois anos após a visita do Papa Francisco, tem como tema “Dar graças por peregrinar em Igreja”.

A escolha de Luis Antonio Tagle para presidir à celebração é mais um sinal de atenção do Santuário de Fátima à Ásia, tendo sido escolhidos dois bispos daquele continente para presidir às peregrinações de maio e de outubro de 2018. Este ano, em outubro, será também um cardeal asiático a presidir, o arcebispo de Seul, capital da Coreia do Sul.

A imagem de Nossa Senhora de Fátima, durante a Procissão das Velas, no Santuário de Fátima. Ourém, 12.05.2019. FOTO: PAULO NOVAIS/LUSA

Segundo o Santuário de Fátima, inscreveram-se para a peregrinação internacional 202 grupos de 40 países.

Na conferência de imprensa que decorreu no domingo, Luis Antonio Tagle mostrou-se “perturbado” por a ajuda humanitária ser bloqueada em diversos contextos, enquanto as armas circulam livremente entre países.

Nesse momento, o cardeal aproveitou também para manifestar preocupação com os discursos xenófobos, apelando a que as pessoas olhem para os migrantes como “irmãos e irmãs”.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade