O candidato Luís Montenegro fala à comunicação social após votar para eleições internas do Partido Social Democrata (PSD) na Junta de Freguesia de Espinho, 28 Maio 2022. MANUEL FERNANDO ARAUJO/LUSA

Luís Montenegro afirmou hoje (28), em Espinho, após ser eleito o 19.º presidente do PSD, que a grande jornada que agora terminou “honra o partido e a democracia portuguesa”.

“Hoje, no essencial, não fomos nós quem ganhou ou o PSD, no essencial, quem ganhou foi Portugal. Portugal ganhou hoje a formação de uma alternativa política ao socialismo que nos tem governado e desgovernado nos últimos anos”, disse.

A acompanhar o discurso da vitória, após ser anunciado que venceu com 73% dos votos contra 27% dos conquistados por Jorge Moreira da Silva, o antigo líder parlamentar social-democrata tinha uma ruidosa sala com cerca de uma centena de militantes, entre eles os antigos deputados Hugo Soares, António Leitão Amaro e Hermínio Loureiro, que o receberam com gritos de “PSD, PSD” e “Portugal, Portugal”.

O líder da candidatura “Acreditar” que vai suceder a Rui Rio na liderança do maior partido da oposição afirmou ainda que o resultado de hoje é um sinal de “grande mobilização, de responsabilidade para o PSD, mas também de vitória”.

Luís Montenegro venceu as quatro principais distritais: Braga, Porto, Aveiro e Lisboa, com percentagens que oscilaram entre os 66% e os 72%.

JFO // VAM

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade