O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, depõe uma coroa de flores no Monumento aos Mortos da Grande Guerra, no âmbito das cerimónias comemorativas do 100.º aniversário da Fundação da Liga dos Combatentes, do 103.º aniversário da Batalha de La Lys e do Dia do Combatente, em Lisboa, 09 de abril de 2021. MANUEL DE ALMEIDA / LUSA

O Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, enviou hoje uma mensagem de condolências à Rainha de Inglaterra Isabel II, pela morte do seu marido.

“Foi com profunda consternação e sincero pesar que tomei conhecimento do falecimento de Sua Alteza Real o Príncipe Philip, Duque de Edimburgo, marido de Vossa Majestade”, escreveu Marcelo Rebelo de Sousa, na página da Internet da Presidência da República.

O chefe de Estado apresenta à Rainha e à família real, em seu nome e do povo português, “sinceros pêsames”, bem como os seus “profundos sentimentos pela incomensurável perda sofrida”.

O duque de Edimburgo, príncipe consorte da Rainha Isabel II, morreu hoje aos 99 anos, anunciou o Palácio de Buckingham.

“É com profunda tristeza que Sua Majestade, a Rainha, anunciou a morte de seu amado marido, Sua Alteza Real, o Príncipe Filipe, Duque de Edimburgo. Sua Alteza Real faleceu pacificamente esta manhã no Castelo de Windsor”, segundo o comunicado oficial.

O príncipe, que ia completar 100 anos em 10 de junho, tinha saído recentemente do hospital, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica a problemas cardíacos, e regressado ao Palácio de Windsor. Conhecido pelo seu sentido de humor particular, Filipe de Mountbatten, nascido com o título de príncipe da Grécia e da Dinamarca, é o consorte mais antigo da história da monarquia britânica.

Depois de ter servido na Marinha durante a Segunda Guerra Mundial, casou-se em 20 de novembro de 1947 com a então princesa Elizabeth, filha do rei George VI.

Como consorte mais antigo da Grã-Bretanha, Filipe realizou mais de 22.000 compromissos públicos individuais, mas muitas vezes se descreveu de forma bem-humorada como “o inaugurador de placas mais experiente do mundo”.

Afastou-se das funções púbicas em 2017 e tornou-se cada vez mais raro ver o príncipe Filipe em público, exceto quando participou de grandes eventos familiares.

SMA (BM)// ACL

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade