O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa - FOTO: MÁRIO CRUZ / LUSA

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou hoje que “certamente” irá convidar o seu homólogo norte-americano para uma visita oficial a Portugal e congratulou-se pela “atenção” de Joe Biden à comunidade portuguesa.

“Certamente que não há a mínima dúvida sobre isso” respondeu Marcelo Rebelo de Sousa, questionado em Nova Iorque sobre se haveria um convite para o Presidente norte-americano visitar Portugal.

Marcelo Rebelo de Sousa respondia a questões dos jornalistas portugueses em Nova Iorque, no contexto da tomada de posse de António Guterres como secretário-geral da ONU, para um segundo mandato.

Com referência a “constrangimentos grandes” causados pela pandemia, o Presidente português considerou que a recente visita de Joe Biden a vários pontos na Europa, “muito rápida e para vários fins simultâneos”, demonstrou limitações que existem nas agendas e dificuldades por causa dos confinamentos em diferentes países.

Uma visita de Estado de Joe Biden a Portugal ocorrerá num contexto de “relação de aliados e amigos” que se mantém “desde a independência dos Estados Unidos da América”, declarada em 1776, considerou Marcelo Rebelo de Sousa.

Marcelo Rebelo de Sousa sublinhou que Biden “foi muito simpático”, aquando do Dia de Portugal, “porque aproveitou para (…) saudar os portugueses e Portugal, referindo (…) o peso da comunidade portuguesa”.

“Isso é muito importante e muito significativo”, considerou Marcelo Rebelo de Sousa, recordando que no seu encontro com o anterior Presidente norte-americano, Donald Trump, em junho de 2018, foi o chefe de Estado português a referir a comunidade portuguesa presente nos Estados Unidos.

“O presidente Biden fez questão de chamar a atenção, ele próprio, para o relevo da comunidade portuguesa, que acho muito importante”, acrescentou ainda Marcelo Rebelo de Sousa.

Na mensagem de felicitação pelo Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, que se comemora a 10 de junho, Joe Biden escreveu que “Portugal e os Estados Unidos gozam de uma relação profunda e duradoura enraizada em valores comuns”.

“Por toda a América, mais de um milhão de luso-americanos orgulhosos celebram a sua herança e a história partilhada que une as nossas duas nações”, escreveu ainda Joe Biden, numa declaração divulgada em 29 de maio.

EYL // PDF

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade