Estátua de Padre António Vieira vandalizada em Lisboa, 11.06.2020 – FOTO: HUGO DAVID
Direitos de autor: © Hugo David 2020 / Todos os direitos de autor reservados

O Presidente da República condenou hoje a vandalização da estátua do padre António Vieira, em Lisboa, que considerou um gesto “verdadeiramente imbecil” contra a memória do “maior orador português” e “um homem progressista” para a sua época.

“Quanto ao padre António Vieira, o que foi feito demonstrou, não só ignorância, como imbecilidade”, declarou Marcelo Rebelo de Sousa, em resposta a questões dos jornalistas, nas instalações da RTP, em Lisboa, depois de dar uma aula em directo para o projecto de ensino à distância #EstudoEmCasa.

O chefe de Estado manifestou-se contra a vandalização e destruição de estátuas, em geral, defendendo que a História deve ser assumida como um todo, e referiu-se em particular à estátua inaugurada em 2017 no Largo Trindade Coelho, em Lisboa, do padre António Vieira com três crianças ameríndias, onde na semana passada foi pintada a vermelho a palavra “descoloniza”.

Marcelo Rebelo de Sousa argumentou que “a ignorância pode não ser imbecil, pode ser uma ignorância bem-intencionada, pode ser uma ignorância negligente”, mas que neste caso “é difícil não se saber que o padre António Vieira foi das grandes personalidades da História do país”.

O Presidente da República acrescentou que o missionário jesuíta do século XVII “lutou pela independência, foi um grande diplomata, foi um homem progressista para aquela altura, perseguido pelos colonos portugueses no Brasil, perseguido pela corte, a certa altura, perseguido pela Inquisição”.

“Foi um homem dos maiores escritores portugueses, foi o maior orador português”, prosseguiu o chefe de Estado concluindo: “Portanto, para a sua época, este homem, que era um visionário, ser considerado um exemplo do que se quer destruir e demolir de memória, de testemunho da nossa História, é uma coisa imbecil, verdadeiramente imbecil”.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade