FOTO: DN Madeira / Todos os Direitos Reservados

O mais recente balanço do acidente com um autocarro de turismo, ontem, no Caniço, concelho de Santa Cruz, na Ilha da Madeira, dá conta de pelo menos 29 mortos – todos de nacionalidade alemã – e 28 feridos (dois já tiveram alta).

Há dois portugueses entre os feridos e muitas das vítimas estão ainda por identificar.

Tudo aconteceu cerca das 18:30 locais (mais uma hora no Luxemburgo) quando um autocarro de turismo despistou-se e saiu da estrada, caindo sobre uma habitação.

No autocarro – uma viatura da empresa SAM – Sociedade de Automóveis da Madeira, fretado pela Travel One – seguiam mais de 50 passageiros.

 

 

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ia viajar já esta quarta-feira para o Funchal, mas acabou por mudar de ideias, dando prioridade “à assistência aos feridos”.

Marcelo exprimiu, em nome nacional, um sentir profundo pelas vítimas.

Também o primeiro-ministro, António Costa, transmitiu, em nome do Governo português, as “sentidas condolências” às famílias das vítimas do acidente com um autocarro turístico na Madeira e exprimiu o seu pesar à chanceler alemã, Angela Merkel.

 

 

Ainda por esclarecer, as causas do acidente terão origem mecânica: terá havido uma falha nos travões ou o cabo do acelerador terá ficado preso.

O condutor, era um motorista experiente, terá tentado evitar a queda, colocando autocarro junto ao muro para evitar a tragédia.

O Governo da Madeira decretou três dias de luto regional, a partir de quinta-feira e até sábado, na sequência do acidente.

 

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade