António Costa, Prime Minister of Portugal and leader of the Socialist Party, talks to the press as he arrives for the electoral night, Lisbon, Portugal, 30 January 2022. More than 10 million voters living in Portugal and abroad vote today on the electoral roll to choose the 230 deputies for the Portuguese Parliament after the Parliament rejected the minority socialist government's 2022 state budget in November. MIGUEL A. LOPES/LUSA

O secretário-geral socialista afirmou hoje esperar que todos os partidos façam uma leitura dos resultados das eleições legislativas e concluam que os portugueses querem tranquilidade política no país e o PS a governar.

Esta posição foi transmitida por António Costa em declarações à RTP, num momento em que os resultados eleitorais já indiciam um triunfo do PS por margem confortável nas eleições legislativas.

“Espero que todos os partidos façam a leitura do resultado eleitoral. Passados dois anos [das últimas eleições legislativas], estamos perante o segundo reforço do PS. É um sinal claro de que os portugueses querem que o PS governe e querem tranquilidade nas suas vidas. Espero que todos entendam isso”, afirmou.

Interrogado sobre a possibilidade de o PS atingir a maioria absoluta nestas eleições, o líder socialista considerou que esse resultado será difícil de obter.

“Esse é um cenário extremo, que não é previsível. Teremos de ficar no limiar superior de todas as projecções”, defendeu.

Até agora, de acordo com António Costa, a partir dos dados dos resultados já divulgados, “verifica-se, aparentemente, um reforço da posição do PS” em relação ao último ato eleitoral.

“São projecções, vamos aguardar pelo resultado final, mas há um dado claro de que o PS ganhou estas eleições”, acrescentou.

PMF // JPS

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade