António Costa, Prime Minister of Portugal and leader of the Socialist Party (PS), celebrates the victory in the 2022 legislative elections, Lisbon, Portugal, 31 January 2022. MIGUEL A. LOPES/LUSA

O líder socialista anunciou hoje que, depois de indigitado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, irá promover reuniões com todos os partidos excepto o Chega, afirmando que a sua maioria “será necessariamente uma maioria de diálogo”.

“Quando for indigitado pelo senhor Presidente da República, promoverei reuniões com todas as forças políticas, com a excepção daquela que disse que não faz sentido consumir tempo de diálogo”, afirmou António Costa, referindo-se ao Chega.

O secretário-geral do PS falava no piso -1 no Hotel Altis, na rua Castilho, em Lisboa, tendo anunciado que, “sem estarem apurados os círculos eleitorais da emigração”, o PS “terá eleito entre 117 e 118 deputados nos círculos eleitorais do continente e das duas regiões autónomas”.

“Esta será necessariamente uma maioria de diálogo. Em democracia, ninguém governa sozinho. Nós queremos governar para todas e com todas as portuguesas e portugueses e, naturalmente, com aqueles que os representam na sua pluralidade na Assembleia da República”, frisou.

António Costa referiu que entende que é “dever” do PS, “agora acrescido pela responsabilidade que os portugueses” lhe deram, manter “aberto e activo” o diálogo com os restantes partidos “ao longo de toda a legislatura”.

TA // SF

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade