Joacine Katar Moreira do Livre discursa durante o debate sobre o Programa do XXII Governo Constitucional, na Assembleia da República, 30 de outubro de 2019, em Lisboa. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA
Joacine Katar Moreira do Livre discursa durante o debate sobre o Programa do XXII Governo Constitucional, na Assembleia da República, 30 de outubro de 2019, em Lisboa. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

A deputada única do Livre, Joacine Katar Moreira, exigiu respeito por parte dos jornalistas, à saída da sessão plenária da Assembleia da República dedicada ao debate quinzenal com o primeiro-ministro.

“Eu acho que é necessário nós começarmos a respeitarmo-nos uns aos outros. Se vos foi avisado, antecipado, que eu ontem [terça-feira] não iria efetuar, dar entrevista absolutamente nenhuma, o que se espera é que haja respeito”, limitou-se a afirmar.

Joacine Moreira respondia a perguntas dos jornalistas sobre o caso da aparente “escolta” de que foi alvo, na terça-feira no parlamento, por um graduado da Guarda Nacional Republicana até à saída do Palácio de São Bento, quando estava a ser questionada por um repórter da televisão SIC.

A secretaria-geral da Assembleia da República esclareceu que os oficiais da GNR de São Bento só podem acompanhar os deputados quando estiver em causa a sua segurança.

Os elementos da GNR “só podem intervir quando estiver em causa a segurança dos senhores deputados”, disse à agência Lusa o secretário-geral da Assembleia da República, Albino Azevedo Soares, ao abordar o sucedido.

A pedido do presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, o secretário-geral solicitou aos serviços de segurança do parlamento para explicarem o caso da aparente escolta de Joacine Moreira e do seu assessor, Rafael Esteves Martins, nos corredores de São Bento e que a SIC reproduziu nos seus noticiários de terça-feira.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade