Populares observam as chamas que consomem floresta durante um incêndio em Oliveira de Frades, 7 de setembro de 2020. Este incêndio no concelho de Oliveira de Frades, no distrito de Viseu, mobilizou 327 bombeiros, apoiados por 103 viaturas e oito meios aéreos. NUNO ANDRÉ FERREIRA/LUSA
Populares observam as chamas que consomem floresta durante um incêndio em Oliveira de Frades, 07 de setembro de 2020. Este incêndio no concelho de Oliveira de Frades, no distrito de Viseu, mobilizou 327 bombeiros, apoiados por 103 viaturas e oito meios aéreos. NUNO ANDRÉ FERREIRA/LUSA

Um bombeiro, de 41 anos, morreu hoje enquanto combatia um incêndio em Oliveira de Frades, no distrito de Viseu, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro.

O bombeiro, que estava desaparecido desde o início da tarde, era da corporação dos Bombeiros Voluntários de Oliveira de Frades.

“Era um dos meus homens, da minha corporação. Era um bombeiro profissionalizado, pertencia à Equipa de Intervenção Permanente (EIP) e estava com os colegas no combate e ao que parece desviou-se um bocadinho para a direita e, às tantas, são surpreendidos por trás e ele fugiu para a frente”, contou à agência Lusa o comandante dos Bombeiros Voluntários de Oliveira de Frades.

Fernando Farreca explicou ainda que “foi aí que ficou desaparecido por algum tempo,” uma vez que “a restante equipa estava mais desviada e conseguiu escapar”. E “ele acabou por morrer mais à frente asfixiado, porque não tinha queimaduras no corpo”.

“Foi o fumo”, acrescentou o comandante, que disse que o bombeiro tinha desaparecido “um par de horas antes”.

Entretanto, O ministro da Administração Interna determinou hoje a abertura de um inquérito ao incêndio que deflagrou no concelho de Oliveira de Frades, no distrito de Viseu, onde morreu este bombeiro no combate às chamas.

Fonte oficial do Ministério da Administração Interna (MAI) disse à agência Lusa que Eduardo Cabrita pediu o inquérito à Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade