Libertação dos presos políticos de Caxias – Fotografia de Carlos Alberto || in 25 de Abril || Livro concluído em 5 de Maio de 1974, coordenado pelos jornalistas Afonso Praça, Albertino Antunes, António Amorim, Cesário Borga e Fernando Cascais (Casaviva Editora)]

A inauguração de uma escultura evocativa da libertação dos presos políticos de Caxias e a homenagem aos militares mortos na guerra do Ultramar são algumas das iniciativas previstas hoje, em Oeiras, para assinalar o Dia de Portugal.

A peça da autoria do escultor Sérgio Vicente ficará colocada numa zona ajardinada junto à entrada da Quinta Real de Caxias e da estação de comboios, explica a Câmara Municipal de Oeiras, no distrito de Lisboa, em comunicado.

A nota refere que esta obra é composta por um material “resistente de aço corten, lembrando uma chama viva”.

Relativamente ao local onde ficará colocada a escultura, a Câmara de Oeiras explica que era na estação de caminho de ferro de Caxias que “eram esperados pela polícia política, provida de cães, os familiares e visitas dos presos, com a intenção de os amedrontar”.

A inauguração da escultura terá lugar às 12:00 locais (13:00 no Luxemburgo) na Estrada da Gibalta.

Outro dos momentos mais importantes das cerimónias do 10 de Junho é a tradicional cerimónia de homenagem aos militares do concelho que morreram na guerra do Ultramar, na Praça do Ultramar, no bairro da Figueirinha.

Libertação dos presos políticos de Caxias – Fotografia de Carlos Alberto || in 25 de Abril || Livro concluído em 5 de Maio de 1974, coordenado pelos jornalistas Afonso Praça, Albertino Antunes, António Amorim, Cesário Borga e Fernando Cascais (Casaviva Editora)]
Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade