A professora Silvina Queiroz escreve semanalmente no LUX24.
Silvina Queiroz, professora.

Olá diáspora lusa no Luxemburgo. Nesta semana celebraremos mais um aniversário da implantação da República Portuguesa, 108 anos que saúdo vivamente.

Decerto outros falarão, neste mesmo espaço, deste importantíssimo marco da nossa história, que acabou com a tirania de um regime autoritário que vinha oprimindo o Povo Português.

Infelizmente esses “tiques” ficaram e depressa foram adulterados os valores da República, mas, curiosamente, em boa parte dos casos, por gente que nos círculos privados era tida como antagonista dos princípios republicanos.

Dois dias depois, os nossos irmãos a residir no Brasil, aqueles que se viram forçados a abandonar este “cantinho” e para aí rumaram, acompanharão com natural ansiedade a 1ª ronda das eleições presidenciais daquele País.

Na “corrida” estão mais de uma dúzia de candidatos, alguns com terríveis antecedentes do ponto de vista das suas posturas enquanto cidadãos: corrupção, misoginia, racismo, xenofobia, e outras “prendas” igualmente “valiosas”! Lá como cá, como provavelmente aí (?), a comunicação social detém um papel relevante, mas, lamentavelmente, muitas vezes “perde” a oportunidade de verdadeiro serviço público, passando ao lado do cabal esclarecimentos de todos os contornos.

Não da vida de cada um, não é disso que se trata, mas de características (preocupantes) de personalidade daqueles que pretendem vir a dirigir (e de que maneira!) a vida de todos!

Um dos candidatos a Presidente da República brasileira anuncia que será seu Ministro da Cultura um ex-actor porno, estuprador confesso, conhecido pela sua boca suja e pelos ataques polémicos contra figuras incontornáveis da cultura do País, ataques que sempre “deram com os burrinhos na água”, pois perdidas as causas nos tribunais. Ainda bem que a Justiça vai tirando a venda, de quando em vez!

Refiro-me a Chico Buarque e Caetano Veloso, duas personalidades que só nos podem orgulhar, enquanto cidadãos do mesmo largo espaço que é a Língua Portuguesa no Mundo.

Muitos intelectuais e artistas das mais distintas áreas, entre eles os atrás citados, “torcem” como eu “torço” por uma vitória da razão, da honestidade e da justiça no próximo dia 7 ou a 28, se houver uma 2ª volta, como parece ser o cenário mais provável.

Que o nosso coração esteja com os nossos concidadãos no Brasil, que anseiam pelo regresso desses valores perdidos!

Viva a República! Para eles e para vós, queridos amigos, um abração.

*Silvina Queiroz, professora, escreve semanalmente às quartas no LUX24.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade