Silvina Queiroz, professora, escreve semanalmente no LUX24.

Estamos na altura dos “santos” e o Povo, na sua maioria, rejubila com as datas. De facto, a vida dos portugueses, também na sua esmagadora maioria, não tem sido fácil e as perspectivas de melhoria são praticamente nulas.

Daí que, com acrescida razão, vejam as festas populares como uma oportunidade de espairecer de suas (não pequenas) preocupações e angústias. Vai-se à festa, então. Algumas luzes, balões coloridos, um martelo para os da Invicta, uma fartura oleosa e a abarrotar de açúcar, que o “Zé” não é exigente.

Os devotos de António, João Baptista e Pedro, o apóstolo das “chaves” (que estória mal amanhada!), acrescentam-lhe uma procissão, uma missa, umas preces fervorosas, implorando bênçãos.

Sendo cristã, não professo a fé católico-romana, mas nutro um profundo respeito pelo Papa Francisco. Um homem que me faz lembrar outro homem extraordinário: João Paulo I, o “Papa Sorriso”, aquele cujo papado durou uns curtíssimos trinta e três dias, tendo falecido aos sessenta e cinco anos, no Vaticano. Falecido ou Morto/assassinado? Nunca se chegará a saber mas se a hipótese colocada foi a de enfarte agudo do miocárdio, por que razão não se fez a autópsia?

Quatro décadas depois, um famoso homem da Máfia vem assegurar que participou no homicídio, às ordens de um cardeal norte-americano, fraca rês! Ao que se disse e o mafioso veio confirmar, o papa preparava-se para denunciar crimes financeiros do Banco do Vaticano, presidido pelo referido cardeal!

Em Setembro próximo João Paulo I será beatificado. Poderá então ser considerado semi-santo. Opções da Igreja Romana que não comento. Pedir-lhe-ão bênçãos?! Talvez, não sei.

Agora, por favor, não exagerem nestes assuntos que deveriam merecer contenção e respeito.

Um pasquim do nosso Portugalinho veio publicar (uma vez mais) a foto do Presidente da República beijando a barriga de uma grávida, em véspera de S. António! E não satisfeito, juntou-lhe esta “pérola” do ridículo e da idiotia: “Já nasceu o bébé ABENÇOADO pelo Presidente da República”!!!

Como diz uma conhecida minha: Valham-me Deus e as pombinhas!” Sim, porque estas não terão menos valimento do que o PR. Até são símbolo de Paz!

Aproveitem a época. Mesmo por aí há festanças, certo?

Um abraço e manjericos (virtuais). SQ

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade