QUEM ÉS TU?

Quem és tu que pressinto no luar branco da noite?
Que andas levemente sobre todas as estrelas,
que as acordas uma a uma… todas elas!…
Para que rasguem o manto pesado da escuridão.
Vens mansamente estender me a tua mão,
numa plenitude cálida e doce que me adormece…
Num sono profundo e calmo… povoado de sonhos,
onde tu apareces como uma fonte ou um rio,
uma floresta ou uma montanha… onde voo a par contigo!
E passamos o rumor de poentes e todos os horizontes
do silêncio… dos jardins mais outonais!..
Onde rosas e tulipas… me cantam madrigais…

Quem és tu que vens até mim de mansinho?
aquele que pressinto no luar branco da noite.
Que andas levemente sobre todas as estrelas…
E fazes jorrar a água cristalina de todas as fontes?
Quem és tu que me adormeces e me fazes sonhar?
que trazes as tuas mãos cheias da luz do luar?
E voas comigo por sobre todos os mares?
E fazes jorrar a água mais pura e mais cristalina
de todas as fontes?…

AUTORIA: ISABEL TAVARES, 25-09-2019
(© Todos os Direitos de Autor Reservados)
Código do Direito de Autor e dos Direitos Conexos – Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de março – Diário da República n.º 61, Série I, de 14.03.1985 –

Isabel Tavares, poetisa, escreve semanalmente, às segundas, no LUX24.
Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade