Isabel Tavares, poetisa, escreve semanalmente, às segundas, no LUX24.

CHAMEI-TE COM A ALMA

Eu chamei-te com a alma,
E tu vieste até mim.
Não te perdeste nos caminhos,
Nos campos de azevinhos,
E trouxeste-me jasmins!…

Derrubámos nossos muros,
E pintámos arco-íris…
Na força dos nossos pulsos,
Agarrámos nossas vidas…

Os nossos olhos…
Estavam cheios de horizontes…
Cheios de sorrisos rasgados….

E enchemos nossos corpos
De um amor familiar…
Nesta praia, neste mar…
Vestimos os dias um do outro…
E deixamo-nos amar!…

Pedi-te que me afagasses…
Nas asas dos teus abraços me enrosquei!
Enquanto a luz da lua batia nas vidraças…
Tu amaste-me, e eu… Amei!

Eu chamei-te com a alma…
E tu vieste até mim!

AUTORIA: ISABEL TAVARES 12-09-2018

(© Todos os Direitos de Autor Reservados)
Código do Direito de Autor e dos Direitos Conexos – Decreto-Lei n.º 63/85, de 14 de março – Diário da República n.º 61, Série I, de 14.03.1985

Publicidade