Miguel Torres, Software Developer e Gestor de Dados, escreve semanalmente às segundas no LUX24.

Após consultar os mais altos sábios do reino, o Profeta Boris recebeu as suas tábuas, foi ao seu púlpito e leu:

  • Não vos preocupais. A imunidade de grupo vai descer do céu para nos salvar.

Mas ao primeiro dia a imunidade de grupo não desceu à Terra. E ao segundo dia o número de casos aumentou. E ao terceiro dia o número de mortos aumentou. E ao quarto dia os sábios mudaram de ideias. E ao quinto dia o profeta Boris descansou. E ao sexto dia o profeta Boris também descansou. E ao sétimo dia também. E por aí adiante. Até que ao fim de muitos dias o Profeta Boris voltou do descanso e disse:

  • Afinal esta Praga Covidiana vai nos levar à Quarentena.

E assim a Quarentena começou.

E foi aí que o dilúvio diário que afecta as ilhas britânicas desde o primeiro dia terminou quando estas encalharam num Monte Ararat situado no Mar do Norte. A Arca de Boris, apenas diferiu da de Noé porque em lugar de dois exemplares de cada uma das espécies esta transporta biliões de exemplares de coronavírus. Como na altura ainda não tinham descoberto os vírus, Noé absteve-se disso.

E desde o primeiro dia da Quarentena nunca mais choveu (Boris 10:1).

O Milagre da Quarentena é o segundo milagre mais conhecido do Livro de Boris, logo após do Milagre do Enfermeiro Luís (Boris 666:½) quando o profeta foi salvo por um mártir que trabalhava 12 horas por dia a troco de um dinheiro.

Desde que a quarentena começou, as brumas abriram-se e a luz do sol iluminou a Ilha outrora dominada pela morrinha e pelo furacão Dennis. Apenas num Domingo de Páscoa caiu um aguaceiro durante cinco minutos.

Os Britânicos, quais Fariseus, teriam que observar a melhor Primavera da sua vida das janelas dos seus apartamentos, mas caíram na tentação da serpente e usaram a sua unidade diária de exercício permitida pelo profeta Boris para andarem a rebolar pela relva dos parques apanhando o sol e o Covid-19.

Se o Profeta Boris foi um dos responsáveis pelo espalhar inicial do vírus quando fez o que estava escrito nas Tábuas da Imunidade de Grupo, o Milagre da Quarentena fez o resto do trabalho, mostrando aos Britânicos que aquilo que por vezes é tão escasso (o sol), se fôr usdo em demasia pode originar o seu próprio martírio.

Afortunados aqueles que seguiram as tardias indicações do profeta e ficaram em casa durante os dias de sol abrasador. Em casa puderam aprender ofícios que serão úteis no futuro, como limpar a casa, fazer bricolage ou até mesmo cozinhar. A grande praga do desaparecimento das latas de sopa instantânea fez com que todo um povo aprendesse o complexo ofício da preparação de alimentos.

Mas aprender este ofício também originou outros martírios. Palavras do Pastor Jamie Oliver ensinando os seus seguidores como fazer bolos levou ao Massacre das Latas de Fermento. Nem mesmo uma farinha com fermento misturado se salvou do Cataclismo dos Bolos.

Durou pouco tempo a Grande Mão na Massa Britânica.

Foi uma época difícil, mas ficam as sábias palavras do Livro de Boris e os seus ensinamentos para a vida:

Não aproveitarás a abundância que nasce da escassez.

Não acreditarás na imunidade de grupo quando todo o mundo faz quarentena.

Farás bolos daqueles que não precisam de fermento.

Palavra do Covid.

 

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade