A professora Silvina Queiroz escreve semanalmente no LUX24.
Silvina Queiroz, professora.

Olá, de novo. De certeza terão chegado aí os “ecos” da recente visita do 1º Ministro de Portugal a Angola. Um acontecimento importante, creio, dada a história comum entre os dois países, nem sempre bonita e muito menos imaculada.

Não sou fã de António Costa nem tão pouco sua “apoiante”, mas tal não me coloca vendas nos olhos e, para além do respeito institucional para com a figura pelo cargo político que desempenha, alegra-me que haja preocupação em estabelecer, restabelecer, fomentar, a amizade e solidariedade entre povos.

Por estas bandas a visita provocou alguma celeuma, celeuma que, como de costume, ganhou contornos mais vívidos nas redes sociais. Isto porque o Sr. 1º Ministro aterrou em Luanda envergando um mero casaco desportivo e … PASME-SE … umas calças de ganga! Foi a “tragédia”!

Diz-se que o Dr. Costa não saberia que o esperavam honras militares logo à chegada, no próprio aeroporto da capital angolana. E acredito que pudesse não saber, de facto.

Experimentem enfiar-se num traje mais formal, com vincos e vinquinhos, apertadinho aqui e ali, para um voo de mais de sete horas! Que confortável deve ser, esplêndido mesmo, diria! E o aspecto à chegada? Soberbo, aposto. Mas todo este artificial “imbróglio”, as calças de ganga do Sr. 1º Ministro desfilando na parada militar, são NOTÍCIA?!

É terrível como tudo se transforma em espectáculo, estimulando a má-língua e vendendo! Com a óbvia intenção de vender jornais e revistas, aumentar o “sharing” das estações televisivas e das rádios e, simultaneamente, aborrecer o próximo, o “consumidor” desacautelado”!

Houve uma falha e não pequena. Certamente. Mas, mesmo assim, o que é realmente importante é que desta visita tenham resultado bons augúrios para o futuro diplomático e também as relações comerciais entre estes dois países que deverão ser sempre “irmãos”, no respeito absoluto pela individualidade, cultura, independência de cada um deles.

Será demasiado pedir que as notícias que nos entram porta adentro, olhos adentro, ouvidos adentro, sejam notícias de facto? Substantivas, construtivas de algo relevante e não coscuvilhices vãs.

Contente fiquei por o 1º Ministro do meu País ter visitado oficialmente Angola e aí ter sido recebido com honras de Estado! É um bom sinal, acredito. Ah! E não sou fã de António Costa, repito.

Fiquem bem, amigos. Aquele abraço tuga.

*Silvina Queiroz, professora, escreve semanalmente às quartas no LUX24.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade