Seja bem-vindo(a) à rúbrica “Confortável Mente”. O LUX24 e o psicólogo Miguel Silva tomaram a liberdade de criar um espaço íntimo e confortável para esclarecer as suas dúvidas/questões relacionadas com a área da psicologia. No final do texto saiba como participar de forma anónima.

  1. “Boa noite, ultimamente ando muito esquecido e isso enerva-me, pois, não sei o motivo para tal acontecer! Porque nos esquecemos tanto das coisas?”

R: Car@ leitor@,

A falta de memória ou de lembrança, do ponto de vista psicológico, acontece porque uma representação mental deixa de conseguir exercer influência nas cognições e comportamentos de uma pessoa (Baptista & Neto, 2019).

O esquecimento pode acontecer em diferentes elementos da nossa memória e por diferentes motivos. Por exemplo, na memória de trabalho,  o que pode acontecer é a pessoa esquecer-se de apagar a luz quando sai de casa.

Paralelamente, alguns motivos do esquecimento são:

  • Mera passagem do tempo. As representações mentais que não são utilizadas, com o tempo, perdem o seu acesso (por exemplo, esquecer a palavra-passe de um site da internet que foi usado há muito tempo);
  • Interferência proativa. As representações mentais pré-existente podem interferir na formação de novas memórias (por exemplo, memorizar uma palavra-passe que foi atualizada pode sofrer interferência da memória da palavra-passe anterior);
  • Interferência retroativa. Portanto, novas memórias podem interferir com as representações pré-existentes (por exemplo, atualizar uma palavra-passe muito parecida com a memória anterior e provocar interferência).
  • Motivação. As imagens mentais podem ser esquecidas quando existem motivações individuais associadas (por exemplo, esquecimento da primeira grande queda de skate).

Esquecer não significa que a representação mental deixa de existir. No entanto, é possível em casos de degeneração ou lesão neuronal. Caso contrário, o esquecimento apenas significa a dificuldade em reunir as condições para aceder a uma representação mental.
Por último, esquecer-se de algo não é sempre negativo. Claro que o esquecimento pode trazer implicações muito negativas para o funcionamento do ser humano, mas o esquecimento também tem funções protetoras e é fundamental para  as nossas estruturas de conhecimento.

Um psicólogo pode ajudar!

De forma a confortar a sua mente neste tempo tão difícil de pandemia COVID19, e sem sair do seu sofá, poderá participar, de forma anónima, com as suas questões através do link: https://tellonym.me/cabinetdepsychologie.

Este processo e a sua participação decorrem de forma ANÓNIMA, pois, para além de todo o respeito pela sua privacidade, sabemos o quantas vezes é incómodo dar a cara, num assunto mais íntimo ou tabu.

As respostas serão publicadas em jeito de artigo no LUX24 e na página da rede social Facebook do Cabinet de Psychologie Dr. Miguel Silva, sempre forma anónima e com uma periodicidade quinzenal, às quintas.

A sua dúvida pode ser a dúvida de alguém.

Não hesite, sinta-se confortável para esclarecer todas as suas questões.

Sinta-se… “Confortável Mente”.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade