Seja bem-vindo(a) à rúbrica “Confortável Mente”. O LUX24 e o psicólogo Miguel Silva tomaram a liberdade de criar um espaço íntimo e confortável para esclarecer as suas dúvidas/questões relacionadas com a área da psicologia. No final do texto saiba como participar de forma anónima.

  1. Bom dia. Ultimamente tenho me deparado com algumas questões internas como, por exemplo, “o que é que ando aqui a fazer?”, “qual é o sentido da minha vida?”. Ajude-me, por favor.

R: Car@ leitor@,

Estas questões aparecem, nas nossas vidas, frequentemente, em momentos em que nos sentimos menos bem e podem estar associados à ideia de que a vida não vale a pena. Uma parte das nossas ações e comportamentos decorre da tentativa de encontrarmos um sentido para a nossa vida e compreendermos porque estamos aqui (enquanto cá estamos). Esta pesquisa é uma parte natural e significativa da experiência do ser humano, que é comum às pessoas de todas as culturas e de todos os períodos históricos!

Por outras palavras, dar um sentido e um propósito à nossa vida significa perceber o que é mais importante para nós, o que influencia mais o nosso comportamento e orienta as nossas decisões (OPP, 2020).

Procurar atividades com significado para nós também pode fazer diminuir fatores de stresse como as pressões familiares e o stresse do trabalho, a probabilidade de desenvolvermos doenças como os problemas cardiovasculares ou a demência, bem como melhorar a nossa memória e satisfação com a vida.

No entanto, esta busca não é tão simples como realizar uma simples caminhada matinal.  Esta procura acontece e vai-se transformando ao longo de toda a nossa vida, é um processo em constante construção, que pode ser alterado por acontecimentos e momentos importantes (como terminarmos uma relação, a morte de alguém que nos é próximo, ficarmos desempregados, a reforma ou o nascimento/saída de casa dos nossos filhos, por exemplo).

É muito importante que esta busca de um sentido para a vida não se transforme numa tarefa geradora de stresse, ansiedade e sofrimento. Na verdade, pequenos objetivos podem ser fonte de propósito para a nossa vida (por exemplo, cuidar de um animal de estimação ou tratar de um jardim).

Um psicólogo pode ajudar!


O psicólogo Miguel Silva, escreve semanalmente no LUX24.

De forma a confortar a sua mente neste tempo tão difícil de pandemia COVID19, e sem sair do seu sofá, poderá participar, de forma anónima, com as suas questões através do link: https://tellonym.me/cabinetdepsychologie.

Este processo e a sua participação decorrem de forma ANÓNIMA, pois, para além de todo o respeito pela sua privacidade, sabemos o quantas vezes é incómodo dar a cara, num assunto mais íntimo ou tabu.

As respostas serão publicadas em jeito de artigo no LUX24 e na página da rede social Facebook do Cabinet de Psychologie Dr. Miguel Silva, sempre forma anónima e com uma periodicidade quinzenal, às quintas.

A sua dúvida pode ser a dúvida de alguém.

Não hesite, sinta-se confortável para esclarecer todas as suas questões.

Sinta-se… “Confortável Mente”.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade