Pedro Cunha
Pedro Cunha, escritor e cineasta, escreve semanalmente às sextas no LUX24.

Esta longa-metragem com produção associada entre a Inglaterra, Austrália, Estados Unidos da América e África do Sul foi realizada por Francis Annan (destacou-se com o filme “Woyzeck”, 2010), narra a verdadeira história de Tim Jenkin e Stephen Lee, dois jovens sul-africanos brancos detidos por terrorismo e de como conseguiram arquitetar a fuga da prisão durante os tumultuosos dias do apartheid na África do Sul.

Prepare-se para assistir a uma impressionante evasão num suspense preenchido de emoção e tensão em que a inteligência e artefactos criados magistralmente pelo protagonista deixará o espectador siderado sobre as probabilidades de concretização do plano!

Sinto-me absolutamente compelido a destacar o sublime trabalho do director de fotografia Geoffrey Hall (destacou-se no filme “Red Dog”, 2011), que munido de um conjunto de dedolight (iluminação que usa o conceito de duas lentes esféricas com 3 movimentos, foi inventada pelo alemão Dedo Weigert e reconhecida em 1990) criou um ambiente homérico nas cenas que decorrem dentro do “armário de filmes”, destacando-se a primeira cena nesse cenário sensivelmente aos 59 minutos desta longa-metragem.

É igualmente incontornável referir todos os planos de pormenor em “Escape from Pretoria” nos quais o dedolight desempenhou um fundamental apoio à realização em todos os aspectos da composição cinematográfica, permitindo-me destacar a cena da “queda de uma chave”, sensivelmente aos 44 minutos e 45 segundos, e “o respectivo resgate” que irá promover um envolvimento emocional fervilhante no espectador.

O actor Daniel Radcliffe (destacou-se no filme “Harry Potter and the Sorcerer’s Stone”, 2001), dá corpo e alma à personagem principal “Tim Jenkin (apelidado de “Nelson Mandela branco)” sobressaindo com uma intensa, verosímil e memorável performance dramática que não deixará ninguém indiferente!

Precedido pela homónima obra literária de Tim Jenkin, 1987, a adaptação para cinema ficou a cargo do realizador Francis Annan e do estreante L.H. Adams.

Esta dupla que escreveu o argumento, ajustou com sabedoria a cronologia de tempo entre o período de esculpir e testar as frágeis réplicas de chaves! Na vida real e na descrição do processo no livro original deve ter sido uma fase agonizantemente longa de tentativa e erro para os protagonistas.

Nos dias de hoje as câmaras de segurança teriam impossibilitado estas tentativas. Pensar que a melhor tecnologia, à época dos factos, era um botão que abria de forma eléctrica uma das portas, faz-nos pensar sobre a enorme evolução dos sistemas e instalações de confinamento prisionais.

Fuga de Pretoria” pode ser uma das vítimas da pandemia devido ao timing do seu lançamento… a estreia mundial foi a 29 de Fevereiro de 2020 no Glasgow Film Festival ficando no limbo em relação ao grande público como que estando em “check” na memória colectiva dos cinéfilos…

Em Março o filme foi lançado na internet estando disponível em algumas plataformas no serviço de streaming.

Bom filme!

Pedro Cunha

 

Para assistir ao trailer, clique aqui:

 

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade