Bruno Gonçalves Gomes, dirigente da Associação Letras Nómadas AIDC, escreve quinzenalmente no LUX24. FOTO: Sérgio Aires

Só quem não vai ao supermercado é que não tem noção do quanto os produtos e bens essenciais aumentaram, não sei calcular as percentagens mas há uns meses atrás eu gastava menos de 20 euros quando ia ao supermercado.

As ameaças do aumento da energia, do gás e o aumento da taxa de juro que vai aumentar as prestações dos créditos habitação estão aí…

A invasão do governo Russo à Ucrânia é o principal motivo para tudo isto!? Talvez uma parte de tudo este encarecimento seja daí mas há sempre os que em tempo de crise aproveitem para ficarem ainda mais ricos e explorar, na pandemia houve setores da nossa sociedade comercial e industrial que cresceram como nunca.

Há depois os governos que são oportunistas e tentam sacudir a água do capote dos problemas da má governação.

O governo português avançou com um pacote de apoio às famílias para minimizar os estragos desta inflação, nas redes sociais foi uma “risota” os 125 euros prometidos para Outubro a todos aqueles que não ganhem acima do tecto salarial mensal estipulado pelos nossos governantes, realmente considero que o valor é muito baixo mas certamente que fará a diferença na vida de muitos pobres a quem constantemente a presidente de uma instituição de luta conta contra a fome nos seus devaneios classistas lhes retira dignidade, no passado não podiam comer bifes e agora têm que aprender a poupar os 125 euros.

Está na hora de sermos poupados sim por essa sra.! Também pode ser uma lição para todos aqueles que atacam os beneficiários do RSI, talvez consigam aprender a viver com esse valor, quando todos sabemos que a média do RSI mensalmente se cifra abaixo dos 125 euros prometidos para Outubro.

Não percebo tanta azia, temos os que sofrem de amnésia neste país, durante a crise económica de 2008, Passos Coelho mandou uma parte dos portugueses emigrar, tantas famílias que padeceram com tantos cortes, o “asfixiamento” e o apertar do cinto foi brutal.

António Costa vai devolver aos portugueses dentro daquelas condições estipuladas 125 Euros, sim porque o dinheiro é dos portugueses, mas ainda devolve…

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade
Publicidade