Os líderes europeus vão iniciar as discussões sobre as designações para os cargos de topo da UE numa cimeira extraordinária em Bruxelas em 28 de maio, dois dias após as eleições europeias, anunciou o presidente do Conselho Europeu.

“Gostaria de anunciar que, imediatamente após as eleições para o Parlamento Europeu (23 a 26 de maio), vou convocar, para 28 de maio, uma reunião de todos 28 líderes da UE, para começar o processo de nomeações. A minha intenção que a designação dos líderes das instituições da UE decorra de uma forma uma célere, tranquila e eficaz”, declarou Donald Tusk.

O presidente do Conselho Europeu, que falava na conferência de imprensa no final de uma cimeira informal em Sibiu, Roménia, sobre o futuro da Europa, disse que a sua intenção “é que o Conselho Europeu nomeie a nova liderança da UE em junho”, e adiantou que não hesitará em levar as decisões a votos se o consenso entre os líderes se revelar difícil.

Tusk asseverou que vai, naturalmente, seguir as regras dos Tratados, que prevêem que estas nomeações para os lugares de topo, tendo em conta os resultados das eleições europeias, reflitam um “equilíbrio geográfico e demográfico, de modo a que grandes e pequenos países estejam representados nas posições mais altas”, bem como “equilíbrio de género e político”.

“Claro que seria bom se conseguíssemos consenso em todas estas decisões, mas temos de ser realistas, e não hesitarei em colocar as decisões a votos se o consenso se revelar difícil de alcançar. O objetivo é simples: precisamos de instituições eficazes e, por isso, precisamos decisões rápidas”, disse.

Na sequência das eleições europeias, as escolhas para as lideranças das instituições compreendem as presidência do Parlamento Europeu, da Comissão Europeia e do Conselho Europeu, e ainda o cargo de Alto Representante da UE para a Política Externa, além da liderança do Banco Central Europeu (BCE).

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade