A Rússia avisou hoje a Finlândia de que será forçada a tomar medidas de retaliação, “tanto técnico-militares como outras”, se violar as suas obrigações jurídicas internacionais e aderir à NATO.

“A adesão da Finlândia à NATO causará sérios danos às relações bilaterais Rússia-Finlândia (…). A Rússia será forçada a tomar medidas de retaliação, tanto técnico-militares como outras, a fim de pôr termo às ameaças à sua segurança nacional que surjam a este respeito”, lê-se num comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo.

O comunicado foi divulgado poucas horas depois de o Presidente e a primeira-ministra da Finlândia terem anunciado o seu apoio à adesão do país nórdico à Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO).

O pedido de adesão deverá ser anunciado oficialmente no domingo.

“Responderemos de acordo com a situação”, disse o ministério liderado por Serguei Lavrov.

PNG // SCA

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade