Elected president for the leftist Workers Party (PT) Luiz Inacio Lula da Silva speaks after winning the presidential run-off election, in Sao Paulo, Brazil, on October 30, 2022. (Photo by NELSON ALMEIDA / AFP)

Lula da Silva começou este domingo (30) o discurso da vitória com um agradecimento a todos os brasileiros que votaram nele, reconhecendo que esta conquista não foi fácil.

Nós não enfrentámos um inimigo, nós enfrentamos a máquina do Estado Brasileiro colocada ao serviço de um candidato para evitar que ganhássemos as eleições“.

Tentaram enterrar-me vivo e eu estou aqui“, disse Lula da Silva, 39º presidente do Brasil.

O líder do Partido dos Trabalhadores (PT) mostrou-se confiante, que com “a ajuda do povo”, vai “encontrar uma saída, para que o país volte a viver democraticamente e restabelecer a paz“. Contudo, reconhece, “o período difícil que o país enfrenta”.

Estou aqui para governar este país, numa situação muito difícil, mas eu tenho fé em Deus e com a ajuda do povo, vamos encontrar uma saída, para que este país possa voltar a viver democraticamente, harmonicamente, e que a gente possa voltar a restabelecer a paz entre as famílias para que a gente possa construir o mundo que nós precisamos e o Brasil”, salientou.

Hoje chegamos ao final de uma das eleições mais importantes. Hoje tem um único e grande vencedor, o povo brasileiro”, declarou Luiz Inácio Lula da Silva, na sua sede de candidatura, em São Paulo.

Lula da Silva: “É hora de baixar as armas”

“Esta não é a vitória minha ou do PT, é a vitória de um imenso movimento democrático”, disse no discurso de vitória num hotel em São Paulo.

Falando do futuro, promete que “a roda da economia vai voltar a girar” e os pobres voltarão a “fazer parte do orçamento”.

Lula da Silva promete ainda lutar pela igualdade dos direitos das mulheres no trabalho e lutar “sem tréguas” contra o racismo.

Ficam também promessas de trabalhar para a reunificação do país e de ser “o Presidente de todos os brasileiros” e não apenas dos que o elegeram.

“”Vou governar para 215 milhões de brasileiros e brasileiras. Não existem dois “Brasis”, somos um único país, um único povo e uma grande nação”.

Para Lula da Silva “é hora de refazer os laços de amizade destruídos” porque “a ninguém interessa viver em permanente estado de guerra”.

“É hora de baixar as armas. Armas matam e nós escolhemos a vida”

Lula da Silva elege também o seu “compromisso urgente” de “combate à pobreza“. “Não podemos aceitar ser normal que famílias inteiras durmam nas ruas expostas ao frio e à violência“, disse.

O Presidente eleito promete ainda “reconquistar a credibilidade internacional do Brasil“: “O Brasil está de volta” e deixará de ser “pária” da comunidade internacional, afiançou.

Elected president for the leftist Workers Party (PT) Luiz Inacio Lula da Silva speaks after winning the presidential run-off election, in Sao Paulo, Brazil, on October 30, 2022. (Photo by NELSON ALMEIDA / AFP)

O discurso de vitória de Lula da Silva começou com um agradecimento ao apoio de Simone Tebet (candidata liberal que ficou em 3º lugar na 1ª volta) e a Fernando Haddad (candidato do PT derrotado na candidatura a governador de S. Paulo) e à líder ecologista Marina Silva.

De acordo com os resultados oficiais divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (STE) do Brasil, o antigo Presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva venceu a segunda volta da eleição presidencial deste domingo, derrotando o chefe de Estado em exercício, Jair Bolsonaro.

Cerca das 00:00 do Luxemburgo o STE deu a eleição como matematicamente definida.

Quando estavam apuradas 99,66% das secções, o candidato do Partido dos Trabalhadores (PT, esquerda), Lula da Silva tinha 50,88% dos votos, contra 49,12% para Jair Bolsonaro (extrema-direita).

Lula da Silva, que já cumpriu dois mandatos como Presidente, entre 2003 e 2011, regressa ao Palácio do Planalto após uma vitória na segunda volta, a primeira na história democrática recente do Brasil contra um chefe de Estado recandidato.

O antigo sindicalista terá como vice-presidente Geraldo Alckmin, do Partido Socialista Brasileiro (PSB), que já tinha sido seu opositor nas eleições presidenciais de 2006, então pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

 

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade