U.S. President Joe Biden speaks from the Blue Room balcony of the White House on August 1, 2022 in Washington, DC. (Photo by Jim Watson-Pool / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP)

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, confirmou esta segunda-feira (cerca da 01:30 de terça-feira no Luxemburgo) a morte de Al-Zawahiri, líder da Al-Qaeda.

“A Justiça foi feita. Esse líder terrorista já não existe”, disse Joe Biden num declaração sem direito a perguntas feita nos jardins da Casa Branca.

O líder da Al-Qaeda foi morto num ataque aéreo, com recurso a um ‘drone’, em Cabul, numa ‘operação antiterrorista’ realizada durante o fim-de-semana.

Al-Zawahir terá sido morto num ataque de precisão num enquanto estava à varanda de uma casa em Cabul.

“Dei a aprovação final para o eliminarem”, afirmou o presidente norte-americano à imprensa, acrescentando que não houve qualquer vítima civil.

Al-Zawahiri, considerado o cérebro dos atentados de 11 de setembro de 2001 em Nova iorque, assumiu a liderança da organização terrorista depois da morte de Osama bin Laden em 2011.

[foto de arquivo] Ayman Al-Zawahiri em 2006 (Photo by AL-JAZEERA / AFP)
ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade