A pandemia do novo coronavírus causou pelo menos 731.518 mortos em todo o mundo desde o aparecimento da doença na China em dezembro, segundo o balanço hoje às 11:00 TMG (13:00 no Luxemburgo) da agência France-Presse.

Mais de 19.884.260 casos foram diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, dos quais 11.879.100 foram considerados curados.

O número de casos diagnosticados só reflecte, no entanto, uma fracção do número real de infecções, já que alguns países testam apenas casos graves, outros fazem os testes para rastreio e muitos países mais pobres têm uma capacidade limitada de fazer testes.

Nas últimas 24 horas foram registados 4.117 mortos e 213.167 infectados em todo o mundo. Os países que registaram mais novas mortes foram a Índia (1.007 novos óbitos), Brasil (572) e os Estados Unidos (532).

Os Estados Unidos são o país mais afectado tanto em número de mortos como de casos, com 162.938 mortes em 5.044.864 infectados, segundo os dados da Universidade Jonhs Hopkins. Pelo menos 1.656.864 pessoas foram consideradas curadas.

Após os Estados Unidos, os países mais atingidos são o Brasil, com 101.049 mortos em 3.035.422 casos, o México com 52.298 óbitos (480.278 casos), o Reino Unido, com 46.574 mortos (310.825 casos), e a Índia, com 44.386 óbitos para 2.215.074 casos de infecção pelo novo coronavírus.

Entre os países mais afectados, a Bélgica é o que lamenta mais mortos em relação à sua população, com 85 mortes por 100.000 habitantes, seguida do Reino Unido (69), do Peru (64), da Espanha (61) e da Itália (58).

A China (sem os territórios de Hong Kong e Macau) regista oficialmente um total de 84.668 casos (49 nas últimas 24 horas), entre os quais 4.634 mortos e 79.232 recuperados.

A América Latina e as Caraíbas totalizavam hoje às 12:00 de hoje 220.067 mortos em 5.563.965 casos, a Europa 213.353 mortos (3.355.187 casos) e os Estados Unidos e o Canadá 171.955 mortes (5.164.268 infectados).

A Ásia registava 72.391 mortos (3.480.272 casos), o Médio Oriente 30.137 óbitos (1.247.825 infectados), a África 23.269 mortos (1.049.405 casos) e a Oceania 346 óbitos para 23.344 casos de infecção.

O balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pelas delegações da AFP junto das autoridades nacionais competentes e de informações da OMS.

Portugal, de acordo com o último relatório da Direção-Geral da Saúde (DGS), contabiliza pelo menos 1.756 mortos associados à covid-19 em 52.668 casos confirmados de infecção.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade