A Alemanha registou 11.912 novas infeções pelo novo coronavírus e 359 mortes nas últimas 24 horas, de acordo com dados atualizados do Instituto Robert Koch (RKI).

Em toda a Alemanha, a incidência acumulada em sete dias é de 64,7 casos novos por 100 mil habitantes. Na quarta-feira este número era de 64,0 casos novos por 100 mil habitantes e na quinta-feira passada tinha sido de 61,7 novos contágios.

O pico de incidência foi registado em 22 de dezembro com 197,6 novas infeções por 100.000 habitantes numa semana e em 28 de janeiro caiu para menos de 100 pela primeira vez em três meses, com tendência de queda que se manteve por algumas semanas.

O fator de reprodução semanal é de 0,93, o que significa que a cada 100 infetados contagia, em média, outras 93 pessoas.

O número de casos positivos desde o início da pandemia subiu para 2.471.942, dos quais cerca de 2.283.400 são pacientes considerados recuperados, e o número de mortes pela covid-19 ascendeu a 71.240.

O RKI estimou que os casos ativos atualmente totalizam cerca de 117.300.

O número de pacientes com covid-19 nas unidades de cuidados intensivos na quarta-feira foi de 2.823 (menos 31 do que no dia anterior), dos quais 1.629 precisavam de respiração assistida, segundo dados da Associação Interdisciplinar Alemã de Cuidados Intensivos e Medicina de Emergência (DIVI).

Até quarta-feira, 2.215.504 pessoas receberam as duas doses da vacina no país, o que corresponde a 2,7% da população, e 4.389.074 (5,3%), pelo menos uma dose da vacina.

CSR // SB

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade