Marcha pelo Clima em Madrid, 06.12.2019

A jovem ativista ambiental sueca Greta Thunberg abandonou, entre aplausos e gritos, a Marcha pelo Clima que está a decorrer em Madrid, por recomendação da polícia, devido à multidão que a impedia de continuar a andar.

A dada altura do percurso, junto ao Museu do Prado, a adolescente teve de parar devido ao aglomerado de pessoas que a queriam ver, incluindo jovens e famílias com crianças e acabou por abandonar o protesto, que reúne milhares de pessoas, num automóvel eléctrico.

Junto ao veículo, a jovem pediu desculpas em inglês e disse que a polícia recomendou que abandonasse a marcha.

Estava previsto que Greta Thunberg, que encabeçava a marcha, falasse na zona dos Novos Ministérios, onde termina a manifestação que marca a realização da 25.ª Conferência das Partes (COP25) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas.

A marcha começou às 18:00 locais (a mesma hora no Luxemburgo) na Gare de Atocha, percorrendo as grandes avenidas do centro da capital espanhola, entre elas a Castellana.

A manifestação assinala o início de uma contra-cimeira ou cimeira social, que fazem parte da agenda paralela à COP25, que termina em 13 de dezembro.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade