O Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa (C), cumprimenta o Presidente República Federativa do Brasil, Jair Bolsonaro (D), durante o desfile cívico militar no âmbito das comemorações do bicentenário da independência do Brasil, em Brasília, Brasil, 07 de setembro de 2022. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

O chefe de Estado português, Marcelo Rebelo de Sousa, assistiu hoje com o Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, em Brasília, ao desfile cívico-militar do 07 de Setembro, data em que o Brasil assinala a sua independência.

Marcelo Rebelo de Sousa chegou a Brasília na terça-feira para participar nas comemorações dos 200 anos da independência do Brasil, a convite de Bolsonaro, com quem teve um encontro bilateral de cerca de 20 minutos no Palácio Itamaraty.

Hoje, o programa do Presidente português começou com um desfile cívico-militar na Esplanada dos Ministérios e termina com um jantar oferecido pelo presidente do Senado Federal brasileiro, Rodrigo Pacheco.

Pelo meio, Marcelo Rebelo de Sousa irá oferecer um jantar aos representantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) presentes na capital brasileira e terá um encontro com a comunidade portuguesa.

Cabo Verde e Guiné-Bissau são os outros dois países representados nas comemorações do bicentenário da independência do Brasil pelos respectivos chefes de Estado, José Maria Neves e Umaro Sissoco Embaló.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa (3E), e o seu homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro (2E), durante o desfile cívico militar do Bicentenário da Independência do Brasil nas ruas de Brasília, Brasil, 7 de setembro de 2022. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

As comemorações do bicentenário da independência do Brasil acontecem quando está em curso a campanha oficial para as eleições presidenciais brasileiras de 02 de outubro, com uma eventual segunda volta em 30 de outubro, às quais são candidatos, entre outros, Jair Bolsonaro e o ex-Presidente Lula da Silva.

Na terça-feira, no Itamaraty, o Presidente português visitou, juntamente com Sissoco Embaló, o espaço onde está exposto o coração de D. Pedro I do Brasil e IV de Portugal, conservado em formol e guardado numa cápsula de vidro, que foi trazido do Porto especialmente para esta ocasião.

Marcelo Rebelo de Sousa defendeu que “seria incompreensível que Portugal não estivesse representado ao mais alto nível” nas comemorações dos 200 anos do Brasil e rejeitou a possibilidade de ficar associado à campanha eleitoral brasileira, sustentando que “são duas coisas completamente separadas”.

Augusto Santos Silva, a segunda figura do Estado português, estará igualmente em Brasília para as comemorações do bicentenário da independência do Brasil, a convite do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

Na quinta-feira, haverá uma sessão solene no Congresso Nacional, em que Marcelo Rebelo de Sousa irá discursar e na qual também estará Augusto Santos Silva.

O programa do Presidente português no Brasil termina com uma recepção à comunidade portuguesa no Navio Escola Sagres, no Rio de Janeiro, na sexta-feira.

IEL // VQ

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade