(FILES) Lula da Silva e Jair Bolsonaro são os dois principais candidatos à Presidência do Brasil nas eleições de 02 de Outubro de 2022 (Photo by EVARISTO SA / COMBO AFP)

O candidato Lula da Silva e o actual chefe de Estado brasileiro, Jair Bolsonaro, vão disputar a segunda volta das eleições presidenciais do Brasil, que decorrem no dia 30 de outubro.

Segundo os dados oficiais, Lula da Silva obteve 47,85% dos votos na primeira volta enquanto Jair Bolsonaro teve 43,70%, quando estavam contabilizadas 96,93% das secções eleitorais.

Com estes resultados parciais, a eleição está agora “matematicamente definida” e obriga a uma segunda volta, pode ler-se na página electrónica em que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está a divulgar os resultados parciais.

Lula da Silva confiante em vitória na segunda volta, que será apenas “prorrogação”

O ex-presidente e candidato Luiz Inácio Lula da Silva mostrou-se hoje confiante numa vitória nas eleições brasileiras e disse que a segunda volta será apenas uma “prorrogação”.

“Sempre achei que nós iríamos ganhar as eleições e nós vamos ganhar as eleições. Isto para nós é apenas uma prorrogação”, afirmou numa conferência de imprensa em São Paulo após a divulgação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que indicou uma disputa entre ele e o actual Presidente, Jair Bolsonaro.

O ex-presidente disse acreditar que nada acontece por acaso e afirmou que durante toda a campanha esteve à frente nas sondagens.

“Para desgraça de alguns tenho mais 30 dias para ir para a rua. Adoro fazer campanha, adoro fazer comício” e “vai ser importante porque será a chance de fazermos um debate com o Presidente da República. Acho que é uma segunda chance que o Bolsonaro me dá”, afirmou, adoptando um tom confiante.

O ex-presidente brasileiro liderou as sondagens com uma margem relevante e parecia ter hipóteses de vencer na primeira volta, mas os números divulgados pelos principais institutos de pesquisa no país não se confirmaram nas urnas e a diferença entre Lula e Bolsonaro ficou em cerca de 4,5 pontos percentuais.

Jair Bolsonaro diz que venceu a “mentira” das sondagens

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, afirmou hoje que venceu a “mentira” das sondagens que o colocavam apenas 36% nas intenções de voto e Lula da Silva com a possibilidade de uma vitória na primeira volta.

“Vencemos a mentira hoje”, disse, e declaração aos jornalistas no Palácio da Alvorada.

“Temos um segundo turno pela frente”, frisou o candidato.

Lula da Silva terminou com pouco mais de 48% dos votos enquanto as sondagens do DataFolha e o Ipec indicavam, respectivamente, que o candidato tinha entre 50% e 51%. Já a votação de Jair Bolsonaro ficou muito acima do que indicavam os mesmos estudos, que lhe davam entre 36% e 35%, mas terminou com pouco mais de 43% dos votos válidos.

Os mais de 156 milhões de eleitores foram hoje chamados às secções de voto, nas 577.125 urnas electrónicas espalhadas por 5.570 cidades do país.

Além de Lula da Silva e Bolsonaro, disputaram a primeira volta das presidenciais brasileiras os candidatos Ciro Gomes, Simone Tebet, Luís Felipe D’Ávila, Soraya Tronicke, Eymael, Padre Kelmon, Leonardo Pericles, Sofia Manzano e Vera Lúcia.

Como nenhum dos candidatos presidenciais ultrapassou 50% dos votos válidos, Lula e Bolsonaro voltarão a enfrentar-se na segunda volta em 30 de outubro.

ND com Lusa

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade