Condutor abalroou desfile de carnaval na Alemanha, 24.02.2020 - FOTO DR © / Todos os Direitos de Autor Reservados
Condutor abalroou desfile de carnaval na Alemanha, 24.02.2020 – FOTO DR © / Todos os Direitos de Autor Reservados

O atropelamento de segunda-feira num desfile de Carnaval em Volkmarsen, na Alemanha, fez 52 feridos, incluindo 18 crianças, anunciou hoje a polícia da região, que ainda desconhece o motivo do suspeito detido.

“Há 18 crianças entre as vítimas (…) 35 pessoas estão em tratamento hospitalar e outras 17 foram tratadas em ambulatório e já saíram do hospital”, disse a polícia local na sua conta na rede social Twitter.

Uma carrinha Mercedes prateada, com matrícula local, atropelou na segunda-feira a multidão que assistia e participava num desfile de Carnaval na cidade de Volkmarsen, cerca de 280 quilómetros a sudoeste de Berlim.

O incidente ocorreu cerca das 14:30 locais (a mesma hora no Luxemburgo) e o condutor do automóvel foi detido.

O jornal Frankfurter Rundschau citou testemunhas segundo as quais o condutor contornou uma barreira que bloqueava o acesso de veículos ao percurso do desfile, mas que não foi claro se pretendia atingir a multidão.

Várias cidades da Alemanha ocidental celebram o Carnaval com grandes desfiles, entre as quais Colónia, Mainz e Dusseldorf.

Volkmarsen, que tem uma população de cerca de 7.000 habitantes, fica a leste de Dusseldorf, perto de Kassel.

Justiça alemã abre inquérito por “tentativa de homicídio” após incidente em desfile de Carnaval

A justiça alemã anunciou a abertura de um inquérito por “tentativa de homicídio” visando o condutor que feriu esta segunda-feira várias dezenas de pessoas ao ter avançado sobre um desfile de Carnaval em Volkmarsen, no centro do país.

Num comunicado, o Ministério Público de Frankfurt indicou que foi aberta uma investigação a “um cidadão alemão de 29 anos”, detido no local e que também sofreu ferimentos no incidente.

A Procuradoria federal antiterrorista não anunciou até ao momento medidas, sinal de que as autoridades alemãs poderão estar inclinadas para tratar este incidente como um acto intencional, mas não como um ataque terrorista.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade