Speaker of the House Nancy Pelosi (D-CA) delivers remarks as she joins fellow Democrats for a rally before voting on the Bipartisan Safer Communities Act in outside the U.S. Capitol on June 24, 2022 in Washington, DC. The legislation is the first new gun regulations passed by Congress in over 30 years. (Photo by CHIP SOMODEVILLA / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP)

A presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi, classificou hoje como “um insulto e uma bofetada” para as mulheres a decisão do Supremo Tribunal de Justiça norte-americano de revogar a protecção do direito ao aborto.

“Esta decisão é cruel, é escandalosa e desanimadora”, afirmou Pelosi, visivelmente afectada pela decisão, segundo as agências internacionais, numa conferência de imprensa no Capitólio (sede do Congresso norte-americano).

O Supremo Tribunal dos EUA anulou hoje a protecção do direito ao aborto em vigor no país desde 1973, que permitirá a cada Estado decidir se mantém ou proíbe tal direito.

Os juízes da mais alta instância judicial norte-americana, actualmente com uma maioria conservadora, decidiram anular a decisão do processo “Roe vs. Wade”, que protegia como constitucional o direito das mulheres ao aborto.

Esta decisão não torna ilegais as interrupções da gravidez, mas devolve ao país a situação vigente antes do emblemático julgamento, quando cada Estado era livre para autorizar ou para proibir tal procedimento.

CC (MYMM) // SCA

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade