O Tribunal Administrativo deu razão aos Caminhos de Ferro Luxemburgueses (CFL) e ao Estado no caso da expropriação de terrenos particulares para o desenvolvimento da linha férrea entre o Luxemburgo e Pétange.

De acordo com informação avançada pela RTL, o tribunal considerou agora, em segunda instância, que a expropriação dos terrenos é “justificada” pelo projecto em causa.

Esta decisão revoga a pronunciada no julgamento em primeira instância, que era favorável aos cinco particulares que viram os seus terrenos expropriados pelo Estado.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade