A ministra da Saúde do Luxemburgo garantiu que os sete casos de sarampo registados no país nos últimos 18 meses foram importados do estrangeiro.

Numa resposta parlamentar, Lydia Mutsch revelou que os sete casos afetaram pessoas com idades entre os 20 e os 48 anos de idade. Contudo, há registo de um caso de um bebé de apenas 11 meses.

Os infetados viajaram desde a Austrália (2 casos), Tailândia (2 casos), Itália (2 casos) e Grécia (1 caso).

A ministra da Saúde garante que, apesar destes casos, o sarampo continua a ser uma doença erradicada no Luxemburgo, de acordo com os critérios da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade