Seis jovens estudantes e dois educadores de Differdange, no Luxemburgo, partem no próximo dia 1 de novembro para Mira, Portugal, onde vão durante quatro dias ajudar a plantar árvores no âmbito do processo de reflorestação após os incêndios de 15 de outubro de 2017.

Um ano depois ainda há muito trabalho por fazer e a cidade de Differdange, solidária e atenta à tragédia, que destruiu 20 mil hectares do pulmão daquele concelho português, não ficou indiferente.

“O nosso objetivo é o de poder contribuir e ajudar de uma forma diferente a localidade de Mira e Praia de Mira, bem como a sua população a ultrapassar esta tragédia que afetou o concelho no ano passado”, disse, ao LUX24, Paulo Aguiar, vereador da comuna de Differdange e um dos impulsionadores da iniciativa.

Desde os trágicos incêndios do ano passado, a comunidade de Differdange realizou diversas iniciativas e conseguiu juntar cerca de 15 mil euros que serão agora usados na reflorestação do concelho de Mira. No total serão plantadas cerca de 4 mil árvores.

“Quisemos com esta iniciativa sensibilizar igualmente os jovens para a importância da reflorestação e do Meio Ambiente. Serão certamente umas férias escolares diferentes para estes seis jovens e os dois educadores que participam na recuperação da floresta”, sublinhou Paulo Aguiar.

O vereador e o burgomestre de Differdange, Roberto Traversini, que desde logo abraçou a ideia, também vão meter “mãos à obra”, juntando-se ao grupo de trabalho a partir de sexta-feira, dia 2 de novembro.

“Dar o exemplo é também educar. E nada melhor do que podermos ser o exemplo para estes e outros jovens através de ações que promovam os bons comportamentos ecológicos e ambientais”, enfatizou Paulo Aguiar.

Os custos das viagens e estadia dos jovens é assegurado pela Casa da Juventude de Differdange, em parceria com a autarquia de Mira.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade