O ministro da Agricultura do Luxemburgo, Fernand Etgen, afirmou esta tarde que o país está a acompanhar de perto os dois casos de peste suína africana detetados na Bélgica. No Luxemburgo não são conhecidos casos, mas a tutela garante estar vigilante.

Segundo Fernand Etgen, o Grão-Ducado está a seguir de perto os casos belgas e em “contacto permanente” com as autoridades competentes dos países vizinhos: Bélgica e França.

O ministro da Agricultura diz que o Luxemburgo não pode excluir a possibilidade de vir a registar casos relacionados com a doença.

De referir que a peste suína africana não apresenta qualquer risco para os seres humanos.

Cerca de cinco mil de casos de peste suína africana já foram detetados na União Europeia, entre suínos domésticos e selvagens.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade