O primeiro-ministro do Luxemburgo, Xavier Bettel - FOTO: JOHN THYS / POOL / AFP

As fronteiras do Luxemburgo com os países vizinhos vão manter-se, para já, abertas, garantiu o primeiro-ministro luxemburguês Xavier Bettel.

A garantia foi dada esta quinta-feira (29) à noite após a cimeira de líderes da União Europeia, realizada por vídeoconferência, sobre a evolução da pandemia Covid19 na Europa.

A dependência dos trabalhadores fronteiriços, nomeadamente no sector da Saúde, é uma das justificações dadas pelo líder do Executivo luxemburguês.

“O Luxemburgo não pode viver com as suas fronteiras fechadas. Não teremos sucesso se os trabalhadores transfronteiriços não puderem mais vir trabalhar em Luxemburgo”, disse Xavier Bettel citado pela RTL.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade