LuxTram – Foto site LuxTram

 

Já é oficial. O ministro da Mobilidade e Obras Públicas, François Bausch, confirmou esta segunda-feira (21) de manhã, em conferência de imprensa, que os transportes públicos serão gratuitos no Luxemburgo a partir de 1 de março de 2020.

O Grão-Ducado tornar-se-á então no primeiro país do mundo a ter uma rede nacional de transportes públicos gratuita, que inclui autocarros, comboios e elétrico.

Assim, todos os transportes públicos nacionais financiados pelo Estado (CFL, Luxtram, RGTR e TICE) serão gratuitos, contudo os passageiros devem possuir sempre um documento de identidade.

 

 

Contudo, o sistema de 1ª classe (que representa 2,7% das vendas de bilhetes) será mantido nos comboios e, esse sim, continuará a ser pago, explicou François Bausch.

Segundo o ministro, as tarifas de transporte transfronteiriças também sofrerão alterações, sendo “adaptadas em baixa”, em concertação com as redes dos países vizinhos (SNCB, Deutsche Bahn, SNCF). Também as tarifas “RegioZone” sofrerão uma redução no preço.

A medida vai custar ao Estado luxemburguês “41 milhões de euros por ano”.

As linhas de autocarro não administradas pelo Estado não serão abrangidas pela medida estatal e François Baush admite que os operadores “podem, teoricamente, manter os bilhetes pagos”.

Mas, tal como o Estado, a cidade do Luxemburgo também decidiu tornar os seus transportes públicos gratuitos (rede AVL) a partir do próximo ano, de acordo com Patrick Goldschmidt (DP), vereador de mobilidade.

 

Autocarros – Mobilidade – Luxemburgo – Foto Paulo Dâmaso / LUX24 [arquivo]

 

A medida de gratuitidade dos transportes públicos, apresentada por François Bausch como “social e ecológica”, não levará ao desinvestimento na rede de transportes. Aliás, o Estado tem previsto um envelope financeiro de 2,2 mil milhões de euros para o período 2018-2023.

Com a gratuitidade dos transportes públicos, os revisores terão as suas competências estendidas ou adaptadas, embora ainda não esteja clarificado o que passarão a fazer.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade

Todas as notícias e conteúdos no LUX24 são e continuarão a ser disponibilizadas gratuitamente, mas nunca como agora precisamos da sua ajuda para continuar a prestar o nosso serviço público.

Somos uma asbl – associação sem fins lucrativos – e não temos qualquer apoio estatal ou institucional, apesar do serviço público que diariamente fazemos em prol da comunidade portuguesa e lusófona residente no Luxemburgo, e já sentimos o efeito da redução da publicidade, que nos garante a manutenção do nosso jornal online.

A imprensa livre não existe nem sobrevive, sem o suporte activo dos seus leitores – sobretudo em épocas como esta, quando as receitas de publicidade se reduziram abruptamente, e nós continuamos a trabalhar a 100%.

Só lhe pedimos que esteja connosco nesta hora e nos possa ajudar com o seu donativo, seja ele de que valor for. Prometemos que continuaremos a ser a sua companhia de todas as horas.

Pode fazer o seu donativo por transferência bancária para a conta do LUX24:
IBAN: LU790250045896982000
Código BIC: BMECLULL

LUX24 asbl
#VaiFicarTudoBem

Publicidade