Viatura da polícia luxemburguesa – Foto: Polícia

O homem, de 62 anos, que ontem morreu na sequência de um atropelamento por um camião, na zona industrial Gadderscheier, em Sanem, Luxemburgo, era um cidadão guineense, com nacionalidade portuguesa, apurou o LUX24.

De acordo com fontes no local, o homem que era da Guiné Bissau, viveu em Lisboa e teria nacionalidade portuguesa.

Actualmente trabalhava e residia no Luxemburgo, como refere o comunicado da polícia luxemburguesa.

Contudo, sabe o LUX24, mantinha casa e família em Lisboa.

O acidente de trabalho aconteceu ontem à tarde, cerca das 14:20, mas só hoje foi divulgado.

Por razões por apurar, o homem faleceu após ter sido colhido por um camião, no que está a ser tratado como um acidente de trabalho.

A Inspecção do Trabalho e das Minas (ITM) abriu uma investigação ao caso.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões ou sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade