Avião da Luxair (foto © Luxair)

O Governo do Luxemburgo anunciou que todos os viajantes que regressem de vários países da África Austral para o Luxemburgo terão que submeter-se a um teste Covid-19 e cumprir quarentena na chegada ao território luxemburguês.

A medida está em vigor desde hoje (27 de novembro de 2021), prolongando-se até, pelo menos 14 de janeiro de 2022 inclusive, para qualquer passageiro que viaje da “África do Sul, Botsuana, Suazilândia, Lesoto, Moçambique, Namíbia e Zimbabué para o Grão-Ducado do Luxemburgo”, anunciou o Governo em comunicado.

Estas novas medidas surgem depois de ter sido detectada uma nova variante da Covid-19, a Omicron, alegadamente com origem em países da África Austral.

“Qualquer pessoa que tenha permanecido na África do Sul, Botsuana, Suazilândia, Lesoto, Moçambique, Namíbia e Zimbabué nos 14 dias anteriores à sua chegada ao território luxemburguês deve submeter-se a um teste COVID o mais rapidamente possível, indicando ao laboratório de análises médicas que permaneceu num ou mais desses países”, sublinha o governo luxemburguês.

“Esta obrigação aplica-se a qualquer pessoa que tenha permanecido num dos países acima mencionados nos 14 dias anteriores à sua chegada, independentemente do tempo de permanência em um desses países e em Luxemburgo, e independentemente do seu meio de transporte para chegar ao Grão-Ducado“, sublinha a nota do Ministério da Saúde e do Ministério dos Negócios Estrangeiros e Europeus.

Para além de terem que ser sujeitos à realização de um teste covid-19, os viajantes que regressem destes países terão ainda que cumprir uma quarentena de sete dias.

“Em caso de recusa de submissão ao teste na chegada ou no final do período de quarentena de 7 dias, a quarentena será prorrogada por mais 7 dias, ou seja, por um período total de 14 dias”, avisa o Governo.

Contudo, e de acordo com o Executivo luxemburguês, estas regras (teste e quarentena) não se aplicam aos passageiros em trânsito.

Mais informações no site do Governo, AQUI.

ND // ND

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade