Cerca de um em cada dois cidadãos residentes no Luxemburgo procurou informação online sobre Saúde em 2020, indicou o Eurostat.

De acordo com dados do gabinete de estatísticas da União Europeia (UE), 53% dos residentes no Grão-Ducado procuraram informações sobre Saúde na internet no ano passado, um valor abaixo dos 55% da média da UE.

Os Estados-membros com as mais maiores taxas de pessoas que procuraram informação sobre saúde online são a Finlândia (77%), os Países Baixos (76%), a Dinamarca (72%).

Portugal tem a quinta taxa mais baixa deste ranking, com 49%.

ND // ND

Seeking health information online in 2020 – FONTE EUROSTAT
Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade