Os salários e as pensões no Luxemburgo aumentaram 2,5% desde ontem, 01 de abril 2022, ao abrigo da indexação salarial (‘índex‘) despoletada pela inflação.

Os novos parâmetros sociais, ou seja, os novos valores dos salários, pensões e outras subvenções, deverão ser oficialmente conhecidos no próximo dia 08 de abril.

Recorde-se que, de acordo com a tripartida luxemburguesa, esta será a única indexação prevista para 2022, apesar de o instituto nacional de estatísticas (Statec) alertar para a a necessidade de uma segunda indexação para agosto de 2022 face à escalada da inflação.

Contudo, o Governo manifestou que adiará essa “segunda” indexação para abril de 2023, motivo que levou a maior central sindical do país, a OGBL, a não assinar o acordo da tripartida [documento validado apenas pelo Governo do Luxemburgo, patronato (Union des entreprises luxembourgeoises, UEL) e pelos sindicatos LCGB e CGFP (função pública)].

A indexação salarial, vulgarmente conhecida como ‘índex‘, é o mecanismo de adaptação dos salários, pensões e outras subvenções ao custo de vida, face ao aumento da inflação.

ND // ND

 

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco.
Publicidade