A Procuradoria do Luxemburgo pede quatro anos de prisão para o jovem condutor envolvido no acidente na rotunda de Raemerich que, em junho de 2016, matou dois cidadãos portugueses. A Justiça pede ainda uma indemnização para as famílias das vítimas e a inibição de condução por um período de cinco anos.

De acordo com a acusação, o jovem condutor, de 23 anos, que ficou gravemente ferido, conduzia em excesso de velocidade e com uma taxa de alcoolemia de 1,1 g/l, valor acima do limite legal.

Na madrugada fatídica de 26 de junho de 2016, quatro amigos seguiam numa viatura rumo a Esch-sur-Alzette. Tinham estado numa discoteca a celebrar a vitória de Portugal sobre a Croácia, por 1-0, que colocava a seleção portuguesa nos quartos de final do Euro2016.

Mas a celebração acabou mal. Cerca das 06:20, à chegada à rotunda de Raemerich, o jovem condutor não contornou a circular e deu-se a tragédia. A viatura seguiria, segundo os especialistas, entre os 95 e os 155 Km/h.

Uma jovem portuguesa, de 20 anos, e um português, de 36, morreram no local.

O condutor, que terá adormecido e que justifica o acidente por fadiga – o que explica a falta de marcas de travagem no local do acidente -, também ficou gravemente ferido, tendo estado em coma durante vários meses.

A leitura da sentença está marcada para 17 de outubro.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade