O primeiro-ministro do Luxemburgo, Xavier Bettel. Foto: © SIP - Thierry Monasse, tous droits réservés
Xavier Bettel (DP), Étienne Schneider (LSAP), Félix Braz (Déi Gréng) ©SIP / Luc Deflorenne

Uma sondagem do TNS-Ilres para a RTL e para o Luxemburger Wort revela que a popularidade da coligação governamental, formada pelo DP, LSAP e Déi Greng (conhecida como Gâmbia 2.0), está em queda.

Pior. Se as eleições fossem agora, a coligação perdia a maioria absoluta na Câmara dos Deputados, elegendo tantos deputados (30) como a Oposição. Já os nacionalistas do ADR sairiam reforçados, passando de 4 para seis deputados.

Por partidos, o CSV seria o partido mais votado (30,1%), seguidos por DP (16%), Déi Gréng (15,9%) e LSAP (15%). O Déi Lenk surge com 5,5% das intenções de voto.

A sondagem foi realizada entre 14 e 23 de novembro, através de 1.859 entrevistas anónimas.

Publicidade
Falhas, erros, imprecisões, sugestões?
Por favor fale connosco via email para geral@lux24.lu.
Siga o LUX24 nas redes sociais. Use a #LUX24 nas suas publicações.
Faça download gratuito da nossa ‘app’ na Google Play ou na App Store.
Publicidade
Publicidade